25/08/2017

Gestão de Negócios – Uma abordagem Técnica

A gestão de negócios envolve a mensuração dos resultados financeiros decorrentes das estratégias empresariais planejadas. Em termos mais técnicos, este processo é denominado “Enterprise Performance Management” (EPM), ou Gestão de Alto Desempenho.

Para que a gestão de um negócio seja eficaz, é imperativo que exista uma estratégia bem definida. Esta estratégia deve ser planejada e sua execução deve resultar em indicadores financeiros mensuráveis.

A formulação da estratégia é responsabilidade dos proprietários e da alta administração da empresa. A transmissão desta estratégia para a operação e a mensuração dos resultados financeiros gerados ao longo do processo de negócios são temas abordados por R. Kaplan e D. Norton em “The Execution Premium”. Nesta obra, eles discutem a importância da sincronia entre a estratégia e a operação como fator crucial para o sucesso e a sustentabilidade empresarial.

Empresas dos setores industrial e comercial necessitam gerenciar o desempenho de seus negócios considerando cada produto, cliente, vendedor, território, canal de vendas e outros agrupamentos de produtos e clientes que impactam significativamente os resultados financeiros.

Empresas que operam por meio de contratos precisam gerenciar o desempenho de seus negócios em relação a cada contrato, cliente, vendedor, gestor de contrato e o portfólio de todos os contratos e clientes.

Além de gerenciar o relacionamento produto-cliente, é crucial sincronizar a estratégia com a operação para assegurar que os resultados financeiros da operação estejam alinhados com a estratégia definida pelos proprietários e gestores da empresa.

O EBMS (Enterprise Business Management Solution) é um conjunto de metodologias de gestão e uma plataforma de software com um conjunto de ferramentas que permitem o planejamento e controle dos negócios de empresas dos setores industrial e comercial, bem como de empresas baseadas em contratos.

A metodologia de gestão que integra o EBMS é baseada em modelos de análise e negócios que permitem planejar, controlar e sustentar, ao longo do tempo, os seguintes componentes da gestão de alto desempenho:

  1. Elaboração de Estratégias de Negócios: Representação dessas estratégias em um planejamento orçamentário da empresa;
  2. Planejamentos Específicos por Área: Planejamentos menores, específicos para cada área (comercial, produção, estoques, logística, financeiro, administrativo, etc.) que, juntos, formam o planejamento orçamentário da empresa;
  3. Comunicação da Estratégia com a Operação: Através do planejamento e definição de metas, bem como o monitoramento (planejado-versus-realizado) dos resultados de cada área da empresa;
  4. Revisão da Estratégia: Ajustes contínuos da estratégia e dos planejamentos específicos de cada área para melhor adequação às condições de negócios emergentes;
  5. Análise de Cenários e Oportunidades: Avaliação dos cenários e oportunidades em conexão com os resultados dos negócios realizados ou planejados;
  6. Geração de Caixa: Identificação das fontes de geração e consumo de caixa; quanto e quando esses movimentos monetários ocorrem e como sustentam os negócios da empresa.